Painéis Solares Fotovoltaicos

HomePainéis Solares Fotovoltaicos

SOLAR FOTOVOLTAICO

Os painéis solares fotovoltaicos convertem a energia solar em energia eléctrica através do efeito fotoeléctrico, ou seja, a radiação solar é convertida em energia eléctrica por intermédio de celulas fotovoltaicas constituídas por materiais chamados de semicondutores como o silício.
O sistema terá um inversor para a transformação da energia DC para AC, assegurando-se que a energia produzida é compatível com as das redes eléctricas públicas.

Poderá adicionar ao seu sistema uma ou mais baterias de acordo com a sua instalação para que a energia produzida durante a exposição solar poder ser armazenada para suprimir necessidades durante o período nocturno.

Autoconsumo

As soluções de autoconsumo são a melhor forma de controlar os gastos energéticos da sua habitação. A produção de energia proporcionada pelo autoconsumo irá contribuir para uma redução parcial ou até mesmo total dos consumos, o que se traduz numa fatura mensal com um valor inferior ao habitual.

O produtor/consumidor poderá instalar o número de painéis que pretender, no entanto, a Biofluidos aconselha um dimensionamento adequado aos consumos da habitação, para evitar dissipação de energia.

Habitualmente, uma habitação unifamiliar necessitará apenas de um sistema composto por um máximo de seis painéis.

Vantagens

  • Redução dos consumos de energia através da rede;
  • Redução da dependência do comercializador de energia;
  • Maior controlo dos gastos.

O QUE É A ENERGIA SOLAR?

A energia solar é uma fonte de energia renovável que permite aproveitar a energia do sol para produzir calor ou eletricidade. Aplicar energia solar nos edifícios contribui para reduzir o consumo de energia a nível global e minimiza o número de emissões de gases de efeito de estufa, principais responsáveis da alteração climática.

 

 

ENERGIA SOLAR TÉRMICA: O QUE É?

A energia solar térmica aproveita o calor do sol para aquecer a água. Esta água quente pode ser utilizada para vários fins: apoio ao aquecimento, água quente para uso sanitário e aquecimento de água para piscinas.

USO DE ENERGIA SOLAR TÉRMICA EM EDIFÍCIOS

O Regulamento dos Edifícios de Habitação (REH) estabelece que os edifícios de nova construção deverão incluir sistemas de aproveitamento das energias renováveis. Especificamente quanto à energia solar, o regulamentoestabelece o método para calcular o valor mínimo do contributo das energias renováveis para produção de água quente, através dum sistema solar padrão, apenas admitindo o uso de outras fontes renováveis caso se demonstre que a poupança obtida na produção de água quente é superior ao do referido sistema solar padrão. Os sistemas solares térmicos são, assim, o referencial indiscutível para o contributo renovável na produção de água quente doméstica.

Nos últimos anos as inovações tecnológicas permitem dispor de painéis solares mais leves e eficazes, tais como o painel Slim que é o painel mais leve e fino do mercado. Esta característica permitiu reduzir a espessura média dos coletores solares e reduzir o seu peso até aos 26 kg, quando um painel convencional pode atingir os 40 kg. Isto permite que um único operário o possa manipular e facilita a sua instalação nas coberturas dos edifícios.

ENERGIA SOLAR FOTOVOLTAICA: O QUE É?

A energia solar fotovoltaica converte a radiação solar em eletricidade. Esta energia é produzida através de painéis solares fotovoltaicos que são capazes de produzir eletricidade para ser consumida na habitação. A autoprodução de energia elétrica a partir de energia solar fotovoltaica é conhecida como autoconsumo elétrico e pode ocorrer de duas formas: Desligado da rede elétrica: conhecido como autosuficiência energética uma vez que a habitação pode produzir a sua própria energia para se autoabastecer. Ligado à rede: ou seja, produzindo energia elétrica para a sua habitação e descarregando na rede elétrica a energia excedente.

 

 

NORMATIVA DE AUTOCONSUMO ELÉTRICO

Em Portugal a produção de eletricidade por intermédio de Unidades de Produção (UP) é regulada pelo Decreto- Lei nº 153/2014 de 20 de outubro, que estabelece:

  • A produção de eletricidade destinada ao autoconsumo na instalação de utilização associada à respetiva unidade produtora (UPAC), com ou sem ligação à rede elétrica, baseada em tecnologias renováveis ou não renováveis;
  • A produção de eletricidade vendida na sua totalidade à rede elétrica de serviço público (RESP), por intermédio de instalações de pequena potência (UPP), a partir de recursos renováveis;

O FUTURO DA ENERGIA SOLAR

É inegável a importância da energia solar tanto para a concretização de objetivos energéticos e meio ambientais como pela sua contribuição para um desenvolvimento sustentado. Nos próximos anos assistiremos a um grande desenvolvimento deste tipo de sistemas e à sua integração nos edifícios.

Oscar Mogro, R&D Manager Solar Competence Center da BAXI, assegura que “a importância das energias renováveis nos próximos anos é inquestionável. O boom do carro elétrico, a redução no custo de produção das baterias e os mandatos governamentais para reduzirem a alteração climática tornam necessário o auge das energias renováveis. As nossas soluções de energia solar, tanto térmica como fotovoltaica, combinadas com os restantes produtos da nossa gama, oferecem a solução perfeita para um sistema eficaz, ligado e responsável com o meio ambiente.”

 

Se pensa adquirir uma instalação de energia solar térmica ou fotovoltaica pode contactar-nos e aconselhá-lo-emos sobre a solução que precisa.

X
Em caso de litígio o consumidor pode recorrer a uma Entidade de Resolução Alternativa de Litígios de consumo:

CICAP – Tribunal Arbitral de Consumo
Rua Damião de Góis, 31, Loja 6, 4050-225, Porto
+351 22 550 83 49 / +351 22 502 97 91
cicap@cicap.pt

Mais informações em Portal do Consumidor www.consumidor.pt