Painéis Solares Fotovoltaicos

HomePainéis Solares Fotovoltaicos

Energia Solar ao Seu Alcance: Painéis Solares Fotovoltaicos para Todos!

Revolucione sua Conta de Luz com Painéis Solares Fotovoltaicos!

Independência Energética: Libere-se das Altas Contas de Luz com Painéis Solares!

O Futuro da Energia está Aqui: Invista em Painéis Solares Fotovoltaicos!

Painéis Solares Fotovoltaicos: A Solução Sustentável para sua Casa ou Empresa!

Painéis Solares Fotovoltaicos

Os painéis solares fotovoltaicos convertem a energia solar em energia eléctrica através do efeito fotoeléctrico, ou seja, a radiação solar é convertida em energia eléctrica por intermédio de celulas fotovoltaicas constituídas por materiais chamados de semicondutores como o silício.
O sistema terá um inversor para a transformação da energia DC para AC, assegurando-se que a energia produzida é compatível com as das redes eléctricas públicas.

Poderá adicionar ao seu sistema uma ou mais baterias de acordo com a sua instalação para que a energia produzida durante a exposição solar poder ser armazenada para suprimir necessidades durante o período nocturno.

Preços kits de autoconsumo para

Instalações monofásicas

 

Preço kit com

4 Painéis

Desde

2,100 €

PVP
(IVA incluído)

Poupança Estimada (Anualmente)

Porto       →  425 €
Coimbra  →  410 €
Lisboa     →  445 €
Faro        →  485€

 

 

Preço kit com

6 Painéis

Desde

2,600 €

PVP
(IVA incluído)

Poupança Estimada (Anualmente)

Porto → 630 €
Coimbra → 625 €
Lisboa → 660 €
Faro → 725€

 

 

Preço kit com

8 Painéis

Desde

3,100 €

PVP
(IVA incluído)

Poupança Estimada (Anualmente)

Porto → 840 €
Coimbra → 820 €
Lisboa → 880 €
Faro → 965€

 

 

Preço kit com

10 Painéis

Desde

3,600 €

PVP
(IVA incluído)

Poupança Estimada (Anualmente)

Porto → 1050 €
Coimbra → 1035 €
Lisboa → 1085 €
Faro → 1205€

 

 

Preço kit com

12 Painéis

Desde

4,100 €

PVP
(IVA incluído)

Poupança Estimada (Anualmente)

Porto → 1245 €
Coimbra → 1220 €
Lisboa → 1315 €
Faro → 1445€

 

Os preços apresentados consideram uma estrutura de suporte e fixação para telhado inclinado. Válidos para Portugal Continental.
OFERTA DA MONITORIZAÇÃO DA PRODUÇÃO em todos os kits de autoconsumo instantâneo para instalações monofásicas
PVP sujeito a alterações após análise da informação recolhida e eventual visita técnica.
Poupança anual estimada considerando uma tarifa bi-horária e ciclo diário.

OS KITS DE AUTOCONSUMO CHAVE-NA-MÃO INCLUEM:

Módulos Fotovoltaicos de alta eficiência + Inversor + Quadros de proteção AC & DC + Cablagem + Estrutura de suporte e fixação dos painéis ao telhado + Transporte + Projeto e instalação Chave-na-mão

 

Autoconsumo

As soluções de autoconsumo são a melhor forma de controlar os gastos energéticos da sua habitação. A produção de energia proporcionada pelo autoconsumo irá contribuir para uma redução parcial ou até mesmo total dos consumos, o que se traduz numa fatura mensal com um valor inferior ao habitual.

O produtor/consumidor poderá instalar o número de painéis que pretender, no entanto, a Biofluidos aconselha um dimensionamento adequado aos consumos da habitação, para evitar dissipação de energia.

Habitualmente, uma habitação unifamiliar necessitará apenas de um sistema composto por um máximo de seis painéis.

Vantagens

  • Redução dos consumos de energia através da rede;
  • Redução da dependência do comercializador de energia;
  • Maior controlo dos gastos.

O QUE É A ENERGIA SOLAR?

A energia solar é uma fonte de energia renovável que permite aproveitar a energia do sol para produzir calor ou eletricidade. Aplicar energia solar nos edifícios contribui para reduzir o consumo de energia a nível global e minimiza o número de emissões de gases de efeito de estufa, principais responsáveis da alteração climática.

 

 

ENERGIA SOLAR TÉRMICA: O QUE É?

A energia solar térmica aproveita o calor do sol para aquecer a água. Esta água quente pode ser utilizada para vários fins: apoio ao aquecimento, água quente para uso sanitário e aquecimento de água para piscinas.

USO DE ENERGIA SOLAR TÉRMICA EM EDIFÍCIOS

O Regulamento dos Edifícios de Habitação (REH) estabelece que os edifícios de nova construção deverão incluir sistemas de aproveitamento das energias renováveis. Especificamente quanto à energia solar, o regulamentoestabelece o método para calcular o valor mínimo do contributo das energias renováveis para produção de água quente, através dum sistema solar padrão, apenas admitindo o uso de outras fontes renováveis caso se demonstre que a poupança obtida na produção de água quente é superior ao do referido sistema solar padrão. Os sistemas solares térmicos são, assim, o referencial indiscutível para o contributo renovável na produção de água quente doméstica.

Nos últimos anos as inovações tecnológicas permitem dispor de painéis solares mais leves e eficazes, tais como o painel Slim que é o painel mais leve e fino do mercado. Esta característica permitiu reduzir a espessura média dos coletores solares e reduzir o seu peso até aos 26 kg, quando um painel convencional pode atingir os 40 kg. Isto permite que um único operário o possa manipular e facilita a sua instalação nas coberturas dos edifícios.

ENERGIA SOLAR FOTOVOLTAICA: O QUE É?

A energia solar fotovoltaica converte a radiação solar em eletricidade. Esta energia é produzida através de painéis solares fotovoltaicos que são capazes de produzir eletricidade para ser consumida na habitação. A autoprodução de energia elétrica a partir de energia solar fotovoltaica é conhecida como autoconsumo elétrico e pode ocorrer de duas formas: Desligado da rede elétrica: conhecido como autosuficiência energética uma vez que a habitação pode produzir a sua própria energia para se autoabastecer. Ligado à rede: ou seja, produzindo energia elétrica para a sua habitação e descarregando na rede elétrica a energia excedente.

 

 

NORMATIVA DE AUTOCONSUMO ELÉTRICO

Em Portugal a produção de eletricidade por intermédio de Unidades de Produção (UP) é regulada pelo Decreto- Lei nº 153/2014 de 20 de outubro, que estabelece:

  • A produção de eletricidade destinada ao autoconsumo na instalação de utilização associada à respetiva unidade produtora (UPAC), com ou sem ligação à rede elétrica, baseada em tecnologias renováveis ou não renováveis;
  • A produção de eletricidade vendida na sua totalidade à rede elétrica de serviço público (RESP), por intermédio de instalações de pequena potência (UPP), a partir de recursos renováveis;

O FUTURO DA ENERGIA SOLAR

É inegável a importância da energia solar tanto para a concretização de objetivos energéticos e meio ambientais como pela sua contribuição para um desenvolvimento sustentado. Nos próximos anos assistiremos a um grande desenvolvimento deste tipo de sistemas e à sua integração nos edifícios.

Oscar Mogro, R&D Manager Solar Competence Center da BAXI, assegura que “a importância das energias renováveis nos próximos anos é inquestionável. O boom do carro elétrico, a redução no custo de produção das baterias e os mandatos governamentais para reduzirem a alteração climática tornam necessário o auge das energias renováveis. As nossas soluções de energia solar, tanto térmica como fotovoltaica, combinadas com os restantes produtos da nossa gama, oferecem a solução perfeita para um sistema eficaz, ligado e responsável com o meio ambiente.”

 

Se pensa adquirir uma instalação de energia solar térmica ou fotovoltaica pode contactar-nos e aconselhá-lo-emos sobre a solução que precisa.

Mais uma moradia ligada à energia solar. 🌞

Este sistema de autoconsumo fotovoltaico instalado pela BioFluídos é composto por:

✅ 5 painéis monocristalinos de 375 Wp;

✅ 1 inversor de 1,5 kW;

✅ Sistema de monitorização de produção e consumo.

Ligue a sua casa ao sol! 😎

Processo de instalação do painel solar

O local mais comum para a instalação de painéis solares fotovoltaicos é o telhado. A maioria dos telhados normalmente tem as especificações desejadas para a instalação, de modo que os painéis recebam o máximo de luz solar.

No entanto, se a instalação no telhado não for aplicável ou desejada, os painéis solares também podem ser montados no solo. Você só precisa se certificar de que não há objetos bloqueando o acesso ao sol.

 

As etapas a seguir explicam a instalação do painel solar em um telhado:

  1. Monte o andaime

Em primeiro lugar, você deve erguer andaimes para garantir a segurança durante todo o processo de instalação quando estiver no telhado.

  1. Instale os suportes do painel solar

Em seguida, o sistema de montagem do painel solar deve ser configurado. Isto irá apoiar a base dos painéis solares. Toda a estrutura de montagem deve ser inclinada e ter um ângulo entre 18 a 36 graus para ter a máxima exposição à luz solar.

  1. Instale os Painéis Solares

Quando as montagens são configuradas, o próprio painel solar deve ser instalado na estrutura de montagem. Certifique-se de apertar todos os parafusos e porcas para que fique estável.

  1. Conecte os painéis solares

O próximo passo no processo de instalação é instalar a fiação elétrica. Na maioria dos casos, os conectores MC4 são usados porque são adequados para todos os tipos de painéis solares. Certifique-se de desligar o fornecimento de eletricidade da casa durante a instalação da fiação.

 

  1. Instale o Inversor Solar

 

Depois disso, o inversor solar deve ser conectado ao sistema. Normalmente é instalado próximo ao painel principal e pode ser tanto interno quanto externo. Os inversores são mais eficientes se mantidos em um local mais fresco.

Se o inversor estiver ao ar livre, ele deve ser protegido do sol da tarde. Se for instalado dentro de casa, a garagem ou a despensa costumam ser os melhores lugares, pois ficam frescos a maior parte do ano e possuem ventilação.

  1. Bond Inversor Solar e Bateria Solar

Depois disso, o inversor solar deve ser conectado à bateria solar. O armazenamento da bateria solar pode evitar que você se preocupe com a falta de energia utilizável durante os períodos nublados, mas também pode reduzir os custos do sistema de armazenamento da bateria solar durante a instalação.

  1. Conecte o Inversor à Unidade Consumidora

O inversor deve ser conectado à unidade consumidora para gerar energia elétrica. Um medidor de geração também deve ser conectado para monitorar a quantidade de eletricidade que os painéis solares realmente produzem. Você pode usar seu computador ou outro dispositivo para verificar o desempenho do seu sistema solar. Por exemplo, você pode verificar quanta eletricidade gera em horários diferentes e decidir qual horário é adequado para usar sua máquina de lavar ou outras utilidades.

  1. Iniciar e testar painéis solares

A etapa final é ligar a energia e testar o sistema de painel solar recém-instalado. Depois disso, o processo de instalação do painel solar está concluído.

 

Manutenção de Painéis Solares

Como não há partes móveis, os painéis solares requerem muito pouca manutenção. Depois de cobrir o custo de instalação dos painéis solares, não há muitos custos associados à manutenção deles.

Dito isto, você deve inspecioná-los algumas vezes por ano em busca de sujeira ou outras coisas que possam ter se acumulado em cima. É importante que os painéis estejam limpos e que não haja nada que os impeça de absorver eficientemente o sol.

 

Antes de limpar os painéis por conta própria, você deve consultar seu instalador sobre as condições de garantia. Alguns fabricantes de painéis solares podem rescindir a garantia se qualquer autolimpeza for feita.

 

Para uma limpeza geral, basta usar uma mangueira de jardim normal para lavar a face dos painéis. Você deve fazer isso de manhã ou à noite. Evite também borrifá-los com água fria enquanto estiverem quentes, pois isso pode danificá-los.

 

Além disso, se os painéis precisarem de um pouco mais de limpeza que a mangueira não pode fornecer, você pode usar uma esponja com água e sabão para esfregá-los. Você também pode obter os serviços de uma empresa de limpeza. Isso é aconselhável se os painéis forem muito altos ou precisarem de uma limpeza mais profunda.

 

Você deve ter seu sistema examinado a cada 4-6 anos por um instalador. Também é uma boa ideia perguntar ao seu instalador sobre os requisitos de manutenção específicos para o seu sistema solar.

Como funcionam os painéis solares?

Um painel fotovoltaico solar consiste em muitas células feitas de camadas de material semicondutor, geralmente silício.

Quando a luz incide sobre este material, um fluxo de eletricidade é criado. As células não precisam de luz solar direta para funcionar e podem funcionar até mesmo em dias nublados. No entanto, quanto mais forte o sol, mais eletricidade gerada.

Os sistemas solares fotovoltaicos são compostos por vários painéis, com cada painel gerando cerca de 355W de energia sob forte luz solar. Os sistemas típicos contêm cerca de 10 painéis e geram eletricidade de corrente contínua (CC).

Como a eletricidade usada para eletrodomésticos é de corrente alternada (CA), um inversor é instalado junto com o sistema para converter eletricidade CC em CA. Essa eletricidade pode ser usada em toda a sua casa ou exportada para a rede.

X
Em caso de litígio o consumidor pode recorrer a uma Entidade de Resolução Alternativa de Litígios de consumo:

CICAP – Tribunal Arbitral de Consumo
Rua Damião de Góis, 31, Loja 6, 4050-225, Porto
+351 22 550 83 49 / +351 22 502 97 91
cicap@cicap.pt

Mais informações em Portal do Consumidor www.consumidor.pt