Caldeiras e Esquentadores

HomeServiçosCaldeiras e Esquentadores

ESQUENTADORES

Os esquentadores são aparelhos instantâneos, ativados no momenta em que e solicitada água quente. através da abertura da torneira. A água e aquecida através do calor libertado na combustão do gás.

  • Os produtos da combustão que dal resultam são evacuados para o exterior através de uma conduta. Para que a combustão se concretize de forma completa, e necessária prever uma admissão de ar adequada.

Estes aparelhos são caracterizados pelo caudal de água debitado em {l/min) e pela temperatura que apascentam a água da rede.

  • As capacidades dos aparelhos poderão variar entre os 5 e os 27 litros par minuto.
  • Na seleção de um esquentador. para alem do perfil de consumo.

Deverá também ter em considerarão a etiqueta com a classificação energética e as especificidades da instalação, tal com; as dimensões, o tipo de gás, admissão de ar e tipo de exaustão.

  • Relativamente a tecnologia, os esquentadores poderão ser de:
  • Ligação automático ou manual (acender a chama piloto);
  • Com ou sem controlo de temperatura;
  • Termostáticos e/ ou de condensação.

CALDEIRAS

Caldeiras de condensação

As caldeiras de condensação aproveitam o calor dos gases da combustão. transmitindo-o ao circuito de água quente sanitária e/ou ao circuito de aquecimento.

O atual regulamento Europeu de Ecodesign apenas permite a comercialização de caldeiras de condensação. Excetuam-se os modelos destinados a substituir caldeiras em edifícios equipados com chaminés coletivas de exaustão natural.

  • As caldeiras de condensação. oferecem vantagens importantes:
  • Reduzidas emissões de C02 de NOx;
  • Maior rendimento pelo aproveitamento do calor dos gases de combustão. o que permite reduzir

as necessidades de gás e a fatura de combustível.

Caldeiras e sistema de acumulação

As caldeiras a gás podem produzir agua quente sanitária instantaneamente, tal como o esquentador ou em sistemas por acumulação, nestes ultimas deve ser instalado juntamente com a caldeira um depósito de armazenamento que permite acumular a agua quente de consumo.

A seleção de um deposito acumulador depende essencialmente de 4 variáeis, que deverão ser conjugadas para se obter a capacidade e o desempenho adequados:

  • Temperatura de funcionamento da fonte quente;
  • Área de permuta de calor entre a fonte quente e <igua de consumo;
  • Potencia e caudal do gerador de calor (fonte quente);

Na aquisição do deposito de acumulação e importante considerar os seguintes aspetos:

  • N° de utilizadores – condiciona a capacidade do deposito;
  • Temperatura de acumulação – condiciona o volume e a durabilidade do deposito.
  • 0 material de fabrico – a utilização de depósitos com revestimento em zinco nao e recomendada devido

a sua maior degradação com temperaturas superiores 65°C)

  • o sistema de proteção contra a corrosão – influencia significativamente o custo

PRODUÇÃO DE AGUA QUENTE PARA AQUECER A CASA

Aquecimento central

Num Sistema destinado ao aquecimento das habitações. que possa produzir água quente para uso doméstico. A instalação centralizada de aquecimento pode ser individual ou coletiva. Em ambos os casos e aquecido um fluido num gerador de calor e conduzido aos elementos consumidores para aquecer as divisões.

Os sistemas mais comuns de aquecimento central integram os seguintes componentes:

  1. Gerador de calor: geralmente uma caldeira. na qual recomenda-se que a água seja aquecida a temperatura de 70° C. 0 aquecimento a temperaturas superiores causa maior desgaste dos equipamentos e não garante maior conforto.
  2. Unidades de regularização e controlo: servem para adequar a resposta do Sistema as necessidades de aquecimento, procurando que se alcancem. mas não se ultrapassem. as temperaturas de conforto preestabelecidas.
  3. Sistema de distribuição e em1ssao de calor: compostas por tubagens. bombas e radiadores. no interior dos quais a água circula distribuindo o calor.
X
Em caso de litígio o consumidor pode recorrer a uma Entidade de Resolução Alternativa de Litígios de consumo:

CICAP – Tribunal Arbitral de Consumo
Rua Damião de Góis, 31, Loja 6, 4050-225, Porto
+351 22 550 83 49 / +351 22 502 97 91
cicap@cicap.pt

Mais informações em Portal do Consumidor www.consumidor.pt